Bizarro

Bengali pode ser o primeiro caso de “mulher árvore”

By  | 

A bengali, Sahana Khatun, tem dez anos e há cerca de quatro meses viu nascer no próprio rosto um conjunto de verrugas, semelhantes a cascas. Apesar de no início a família ter desvalorizado o caso, o alastramento das marcas deixou os médicos em alerta.


Após uma consulta médica na capital do país, Daca, o caso começou a ganhar maior notoriedade. Os especialistas que consultaram a criança desconfiam que se pode tratar do primeiro caso de sempre de uma pessoa do sexo feminino a ser diagnosticada com – epidermodisplasia verruciforme -, um problema de saúde mais conhecido como a “doença do homem-árvore”.

Trata-se de um problema genético muito raro que se manifesta por enormes verrugas, semelhantes a cascas, que aparecem com maior frequência nas mãos e nos pés. Os médicos ainda não chegaram a uma conclusão definitiva, mas as semelhanças com outros casos deixam o pai da menina preocupado.

“Somos muito pobres. A minha filha ficou sem a mãe quando tinha apenas seis anos. Espero mesmo que os médicos sejam capazes de retirar as cascas do belo rosto da minha filha, disse Shahjaham, o pai da menina, à AFP.

Uma das poucas pessoas que padece deste problema também vive naquele país. Abul Bajandar tem 27 anos e esteve sem conseguir tocar na mulher e no filho nos últimos dez anos.


Homem Árvore

As suas mãos ficaram cobertas com estas marcas, que não pararam de crescer, chegando a pesar mais de cinco quilos. O homem foi obrigado a abandonar o seu trabalho como motorista devido ao problema que lhe apareceu quando tinha 15 anos. Depois de mais de 16 operações, no passado mês de Dezembro foi informado que poderá deixar o internamento, recomeçando uma vida normal.

LEIA TAMBÉM:

Comentar via facebook

Comentários

Licenciado em jornalismo pela UEM, gosto de partilhar tudo de bom e útil que encontro pela Internet, meus dias resumem-se em leitura, games e filmes.

Leave a Reply