Entretenimento

Os 10 músicos mais ricos na África em 2017, de acordo com Forbes

By  | 

A revista americana de negócios, Forbes Magazine, apresentou recentemente os 10 músicos mais ricos da África. Artistas africanos como Black Coffee, Akon, Wizkid, Tinashe, Davido, Don Jazzy e Sarkodie, estão inclusos na lista.


De acordo com a revista, os dez mais ricos de África, foram determinados por uma série de fatores, tais como endossos, valor de marca, ganhos, reservas, popularidade e presença em mídias sociais. A lista mostra os artistas africanos que ganham mais dinheiro na África.

Confira a lista dos 10 músicos mais ricos na África:

1 – Akon – Senegal

Akon tem mais de 35 milhões de álbuns vendidos em todo o mundo. Ele ganhou inúmeros prêmios, incluindo cinco indicações no Grammy e tem 45 músicas no top 100 da Billboard. Ele lidera a lista de acordo com Forbes África.


2 – Black Coffee – África do Sul

O nome real do artista premiado com vários prêmios é Nkosinathi Maphumulo. Ele nasceu na província KwaZulu-Natal (KZN) ‘considerada como sendo uma das pioneiras no género musical House’, e cresceu na província do Cabo Oriental.

3 – Hugh Masekela – África do Sul

Hugh nasceu em Witbank, a leste de Joanesburgo. Ele lançou mais de 43 álbuns e atuou com Marvin Gaye, Dizzy Gillespie, The Byrds, Fela Kuti, Paul Simon, Stevie Wonder e Miriam Makeba.

4 – Don Jazzy – Nigéria

Don Jazzy é classificado quarto mais ricos em África e também primeiro na Nigéria. Como muitos artistas, seu verdadeiro nome é Michael Collins Ajereh, e ele começou a tocar música como uma criança na igreja antes de se mudar para o Reino Unido para prosseguir a sua carreira.

5 – Tinhase – Zimbabueana, Americana

Tinashe era um modelo infantil aos três anos de idade. A cantora de vinte e quatro anos cantou antes de poder falar e fez sua primeira aparição em 2000 no filme Cora Unashamed. Sua voz também estrelou o filme de desenho animado “The Polar Express” ao lado do ator vencedor do Óscar, Tom Hanks.

6 – Jidenna – Nigeriano, Americano

Aos 10 anos, Jidenna Theodore Mobisson sabia que queria fazer música, mas tinha medo de contar a seu pai que queria que ele fosse engenheiro. Ele é o sexto classificado de acordo com Forbes África.

7 – Wizkid – Nigéria

Wizkid é indiscutivelmente o rei sem coroa da música africana. A artista premiada no Grammy, Alicia Keys e o marido Swizz Beatz, já dançaram suas músicas “Ojuelegba” e “Caro”, em um vídeo postado pela cantora, na sua conta de Instagram com a legenda “This song makes me happy”. Kylie Jenner também postou um vídeo dela dançando a música de Wizkid no Snapchat.

8 – Davido – Nigéria

Davido reivindicou um status elevado em apenas cinco anos. Ele disse que eram pessoas como P-Square e D’Banj que o fizeram acreditar que aquilo era possível. Ele se tornou famoso com o seu álbum de estréia amplamente lançado em 2012, intitulado “Omo Baba Olowo”.

9 – Sarkodie – Gana

Michael Owusu Addo começou como um rapper underground e com a ajuda de Duncan Williams, seu ex-gerente, sua carreira alcançou o auge. Mantendo-se fiel à sua identidade, ele é um grande defensor de Azonto, um gênero ganês que se diz ter nascido do Kpanlogo, uma dança tradicional.

10 – Oliver Mtukudzi – Zimbábue

Oliver Tuku Mtukudzi tem 65 álbuns, mais do que o lendário Michael Jackson e Whitney Houston. É uma carreira notável que remonta 41 anos com canções que animaram as festas em todo o mundo. Ele é o 10º músico mais rico da África.

LEIA TAMBÉM:

Comentar via facebook

Comentários

Licenciado em jornalismo pela UEM, gosto de partilhar tudo de bom e útil que encontro pela Internet, meus dias resumem-se em leitura, games e filmes.

Leave a Reply

×