Tecnologia

O próximo Apple Watch não será dependente do iPhone

By  | 

Foi durante a apresentação do segundo Apple Watch que a Apple criou a ideia de libertar o seu relógio da dependência do iPhone, a ideia na altura seria a criação de aplicações que estariam totalmente dentro do relógio, sem depender do smartphone.


Agora, segundo informações obtidas dentro da Apple, a empresa estará a prepara-se para dar uma maior autonomia ao seu Apple Watch, criando uma versão LTE, ou seja, com suporte para um cartão SIM e ligação à rede móvel.

Ainda não se sabe ao certo que independência irá ter esta versão LTE do Apple Watch, mas espera-se que permita a recepção e o envio de chamadas de voz, de mensagens e chamadas áudio FaceTime. Claro que a ligação à rede de dados vai ainda dar autonomia a todas as aplicações que estiverem instaladas.


A informação obtida revelou também que será a Intel a fornecer os modems que vão permitir à próxima versão do Apple Watch ligar-se às redes de dados dos operadores. A escolha deverá recair sobre um eSIM e não sobre um normal SIM.

Apesar de ser apenas esperado para o final deste ano, a Apple estará já em conversações com operadores na Europa e Estados Unidos para que estes comercializem este novo modelo.

Smartwatches com ligação às redes dos operadores não são novidade e existem já há alguns anos, principalmente no universo Android Wear. A Apple quer agora mostrar que também o sabe fazer e que esta é uma ideia vencedora.

LEIA TAMBÉM:

Comentar via facebook

Comentários

Licenciado em jornalismo pela UEM, gosto de partilhar tudo de bom e útil que encontro pela Internet, meus dias resumem-se em leitura, games e filmes.

Leave a Reply

×